17 de julho de 2005

Nomes de domínio e números de telefone

Via Phil Windley, uma observação interessante: Phil em 2010, seu nome de domínio pessoal vai ser mais importante do que seu número de telefone. Talvez isso já seja verdade para algumas pessoas (como o próprio Windley -- é só ver o domínio que ele usa). A observação lembra outra, sobre a qual eu tenho conversado com alguma frequência: qual o papel das operadoras em um mundo de telefonia IP?

Hoje, as operadoras de telefonia oferecem uma solução altamente verticalizada: elas oferecem a infraestrutura completa, e também oferecem os meios para identificar os usuários. Uma das consequências da tecnologia de telefonia IP é a quebra deste modelo, pois a infraestrutura muda completamente. A evolução ainda não está clara -- pode passar por um modelo tradicional (baseado em NGN), ou pode passar por um modelo "peer-to-peer" como o utilizado pelo Skype. Mas mesmo em uma rede P2P, é necessário algum meio de identificar o usuário, seja pelo seu número, seja pelo nome de usuário (como no Skype), seja pelo seu email (como é a proposta da Cisco). Onde fica este diretório de usuários, e qual a sua estrutura? Seja qual for a solução, este é um problema que é melhor administrado por uma entidade central -- que pode ser uma operadora de telefonia, ou um "domain registry". Talvez possa soar como um papel muito reduzido para quem hoje domina totalmente a estrutura do serviço, mas ainda assim, é um papel estratégico, e por isso valioso.

Um comentário:

fgsouza disse...

De volta, hein!